Crônicas de Viagens – Turquia

Afrodísias

Los viajes son la única que cosa que podemos comprar que nos hace realmente más ricos – Desconocido

Paisagens deslumbrantes, cidades históricas e modernas, mesquitas imponentes: esta é a Turquia, uma região milenar e palco de importantes acontecimentos históricos e lendas que giraram o mundo, situada tanto na Europa quanto na Ásia. Duas das sete maravilhas do mundo antigo estavam na Turquia: Mausoléu de Halicarnasso e o Templo de Artemis.

 

 

Istambul – a antiga Constantinopla, e mais antiga Binzâncio, hoje uma das principais cidades, coração cosmopolita da Turquia, portão de entrada dos turistas, metade europeia, metade asiática, a mescla de cultura ocidental com a cultura oriental.
Se maravilhar com a Mesquita Azul com seus 6 minaretes e olhar do outro lado e se encantar com Santa Sofia, ou ainda barganhar muito no Gran Bazar e sair “carregado” de compras faz parte das atividades nessa cidade.

A Mesquita Azul tem uma história bem interessante:  ela foi construída entre 1609 e 1616. Por capricho o Sultão Ahmed pediu para construir uma mesquita de ouro (altin – ouro em turco), porém o arquiteto fez uma mesquita com 6 minaretes (alti – seis em turco) e disse que havia “confundido” as palavras, pois sabia que era inviável a construção de uma mesquita em ouro. Dessa forma a Mesquita Azul é a única da Turquia que possui seis minaretes.

Passar uma tarde no Palácio Topkapi, tomando um café enquanto admira o Bósforo é um ótimo programa. Conhecer esse Palácio tem que ter tempo, pois é  grande (viviam aproximadamente 5 mil pessoas), foi residência de sultões por cerca de 400 anos e sua história está entre as várias salas de exposição com objetos de ouro, prata, cerâmica entre outros.

E porque se limitar em ficar só na Europa se a Ásia está logo ali? Fazer um cruzeiro pelo Bósforo também faz parte do roteiro de quem visita essa cidade. Esse cruzeiro proporciona a vista de ambos continentes.

Mesquita Azul

 

Basta olhar para o céu e ver centenas de “pontinhos” coloridos, significa que você está na Capádocia. Depois de fazer um famoso voo de balão e conhecer a cidade “voando”, é hora de conhecer a cidade “caminhando” pelas famosas cavernas e cidades subterrâneas.

Voo de balão na Capadócia

Um museu à céu aberto onde é possível conhecer algumas igrejas construídas em cavernas, e uma cidade subterrânea de Kaymakli com passagens bem pequenas e estreitas, onde foi lugar de refúgio dos cristãos.

Deixe sua imaginação trabalhar solta quando chegar nos Vales dos Pássaros, Vale dos Monges, no próprio Vale da Imaginação, onde rochas tem formatos distintos.

O maravilhoso complexo de piscinas naturais e ruínas da Antiga cidade Hierápolis: Pamukkale que significa Castelo de Algodão, que traduz exatamente a imagem que temos ao chegar no complexo, uma montanha branca, formada pela passagem das águas. No mesmo complexo fica as ruínas da cidade de Hierápolis, lá está o maior cemitério da antiga Anatólia (com mais de mil sepulturas) que podem ser visto dentro da antiga necrópoles, o grande teatro Romano e o túmulo de São Felipe, e também segundo a lenda, a piscina da Cleópatra mandada construir pela própria, pois ela adorava se banhar nas águas termais , que dizem trazer muitos benefícios a saúde e a beleza.

Piscinas de Pamukkale

A cidade portuária de Kusadasi, cidade veraneio dos turcos é banhada pelo Mar Egeu, vizinha da Ilha grega de Samos. Mas não é só de praia que vivem os turcos. Ali, pertinho de Kusadasi é possível conhecer muita história.

Kusadasi

As ruinas da cidade greco-romana de Éfeso que hoje é um colosso arqueológico – local que o Evangelista João fez pregações, foi o berço do Templo de Artemis – uma das sete maravilhas do mundo antigo. O Anfiteatro Romano é um dos destaques da cidade que tinha uma capacidade para 25 mil pessoas, assim como a Biblioteca de Celso também é outro destaque da cidade, hoje está apenas a fachada, mas mesmo assim é possível ter a ideia de quão prestigiosa foi e está localizada no final da avenida Curetes com colunas e estátuas dos dois lados.

Éfeso

E a uma colina de distância está a suposta casa da Virgem Maria (construída sobre as ruínas da casa original), foi reconhecida pelo Vaticano sendo visitada pelo Papa Paulo VI e Papa João Paulo II.

Casa da Virgem Maria

E não tão menos importante das cidades mais turísticas da Turquia, está Ankara, a capital turca onde estão localizados o Anitkabir – Mausoléu de Mustafá Kemal Ataturk, com o seu imponente caminho de leões ladeados, a praça cerimonial, parque da paz e o salão de honra. E o Museu das Civilizações da Anatólia que em 1997 foi escolhido pela Comunidade Européia como o museu do ano com suas valiosas peças de vários períodos das civilizações que viveram na região da Anatólia.

Anitkabir – mausoléu de Mustafa Kemal Atatürk

A famosa Deusa do Amor Afrodite também teve seus dias de gloria em terras turcas, com seu belíssimo templo em Afrodísias. A cidade construída próximo a uma pedreira de mármore possibilitou várias esculturas de mármores serem feitas nesse local e ficarem famosas no Império Romano e ainda hoje é possível contemplar-las no próprio local ou no museu que está dentro da parte arqueológica. As ruínas do Templo de Afrodite ainda está aberta para visitas embora os aspectos do edifício tenha sido alterados quando no mesmo local foi feita uma basílica cristã.

Hipódromo de Afrodísias

Para conhecer bem a fundo as origens dos dervixes, a cidade de Konya é a opção, pois é o local onde está o Museu Mevlana – que estão manuscritos, cópias do alcorão, instrumentos músicas e tapetes e na parte externa está um cemitério onde estão enterrados os seguidores da ordem. Em seus ensinamentos Mevlana ensina que o amor é o caminho para o crescimento espiritual, e prega tolerância com todas as pessoas e religiões.

Em Konya também está a tumba de Jalal ad-Din Muhammad Rum – o místico sufi que teve discípulos que fundaram o dervixe. Essa cidade é a pátria do Sufismo e no mês de Novembro de cada ano, dervixes se reúnem para uma grande celebração.

Museu Mevlana 

A Turquia tem muita história com personagens bíblicos, e São João faz parte da história turca. As ruínas da igreja de São João estão na cidade de Selçuk, localizada próximo a Éfeso. Essa igreja Bizantina do século VI em formato de cruz foi construída pelo Imperador Justiniano em homenagem ao apóstolo João, e onde está o túmulo do discípulo.

E quem pensa que já viu todas as paisagens exóticas na Turquia, se surpreenderá ao ver o segundo maior lago desse país, mas a surpresa não é somente pelo tamanho, mas sim pela quantidade de sal que existe nele. Lago Tuz, está entre as cidades de Ancara, Konya e Aksaray. No verão quando grande parte da água se evapora, uma quantidade de sal fica em seu lugar.

Lago Tuz

Um oásis em uma região árida da Turquia é a cidade de Aksaray, importante cidade da Rota da Seda. Nessa cidade o ponto turístico é o caravançarai que era um tipo de estabelecimento hoteleiro que se destinava a mercadores viajantes e geralmente se localizava à beira das estradas.

Karvansaray

Um lugar cheio de história e as margens do Mar Egeu fica Çesme, Alicati e Ilica, as melhores praias de Izmir, sendo Çesme com 90 km de linha costeira com várias praias lindíssimas. Alicati uma encantadora vila no estilo grego com muito charme. Iliça Beach conta com mais de 2km de areia fina e branca, um mar aquecido por águas termais e rico em minerais, só na baia encontram-se mais de 250 fontes de água quente, um fenômeno único no mundo.

A antiga Bayrakli hoje conhecida como Izmir é a “Peróla do Egeu”, a cidade onde nasceu Homero – um grande poeta, cidade da fortaleza Kadifekale. É considerada a cidade mais ocidentalizada da Turquia e até o início do século XX era uma das cidades mais cosmopolitas do mundo.

Ainda é possível visitar a Torre do Relógio de 1901, as Mesquitas de Kemeralti, Hisar, Sadirvan e Selpcioglu, conhecer o Museu Arqueológico, bairro judeu, as muralhas do Castelo de Veludo, mandado construir por Alexandre – o Grande, de onde se tem uma vista panorâmica da Baía, e a Basílica de São João – onde está o tumulo de São João Batista. E com toda essa mescla é uma cidade que agrada a todos, desde aos adoradores do sol e do mar, até aos apaixonados por história e cultura.

Basílica de São João

E assim é uma parte da Turquia, muita cultura, muita história, uma pais que encanta e fascina a todos, seja pela culinária, seja pela diversidade, seja pela receptividade. Faça um desses motivos o motivo de sua viagem.

Avatar

Katia

Kátia Ribeiro - Luxury Concierge, assessora em viagens exclusivas pelo mundo.

One thought to “Crônicas de Viagens – Turquia”

  1. Minha querida Felicidades pelo seu Blog esta maravilhoso !!!! fotos incríveis, lugares maravilhoso !!!! Sigas disfrutando…sigas viajando pelo mundo !!!!

    Besos

    Vera

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *