Tanoura – Dança Folclórica Egipcia

Show de Tanoura

A dança folclórica tanoura origina de uma forma sufi de Zikr, traduzido como invocação de Deus. Tanoura significa em árabe antigo “saia”, o nome é uma referência direta à parte da roupa que mais chama a atenção nessa dança de giros, realizada em caráter sagrado como dos Dervixes na Turquia  porém eles estão vestidos de branco, no Egito os vestidos são bem coloridas e criam a ilusão de um caleidoscópio humano, dando um efeito hipnótico.

Quando o dançarino da Tanoura se move, ele é como o sol, e os dançarinos ao redor são os planetas. Ele desamarra e tira várias saias diferentes durante a dança. Seus giros simbolizam as quatro estações que passam conforme a Terra gira e os movimentos no sentido anti-horário são exatamente como o movimento ao redor do Caaba – o santuário sagrado de Meca.

As camadas das saias como giram representam os diferentes estágios de livrar-se das necessidades terrenas e alcançar um estado de rendição espiritual com Deus.

Existem várias cerimônias de sufis, com características distintas entre si, mas sempre tendo por crença o crescimento interior como forma de integração com o Criador. Dizem que, enquanto um islâmico comum pode orar a Deus por obrigação, o sufi tem por objetivo unir-se a Ele.

Avatar

Katia

Kátia Ribeiro - Luxury Concierge, assessora em viagens exclusivas pelo mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *